O Poder das Redes Sociais

O impacto que as redes sociais – as da vida real, não os Facebook ou MySpace – têm sobre nós é algo que tem sido documentado ao longo dos tempos sendo objecto de estudo de várias ciências como a antropologia, sociologia, psicologia social e economia, ou melhor, pelo campo de junção entre psicologia e economia denominado de behavioural economics.

Um estudo longitudinal na comunidade de Framingham, nos EUA, veio ajudar melhor esse impacto no campo da saúde. O estudo demonstra que a obesidade pode ser “contagiosa”, no sentido de que ter amigos obesos aumenta a probabilidade de nos tornarmos obesos. Sendo que esse contágio é tão válido para a obesidade como para outras questões de estilos de vida como a moda ou o comportamento eleitoral. O interessante deste estudo é perceber como somos influenciados pelos outros, mas também como podemos influenciar aqueles que nos rodeiam e ter um impacto na comunidade.

O estudo foi conduzido por Nicholas Christakis e James Fowler e é relatado no livro Connected dos mesmos autores. Recentemente Fowler fez uma apresentação na PopTech! sobre este tema que podem ver abaixo:

Para quem prefere a palavra escrita, fica também o link para um artigo de Jonah Lehrer na Wired sobre este mesmo estudo.

O princípio é conhecido há muito tempo e é precisamente a replicação deste fenómeno ao nível de produtos e serviços que as marcam procuram reproduzir, quer através das redes sociais online, quer através do programas de “embaixadores” – pessoas seleccionadas para demonstrar e transmitir os princípios da uma marca de forma a disseminá-los pela sua rede de contactos. Estes são também dados que interessam a organismos públicos para planear iniciativas de alteração de comportamentos.

Um exemplo prático deste princípio em acção é a iniciativa “Food Revolution” de Jamie Oliver, aplicada primeiro no Reino Unido e transportada agora para os EUA. A ideia passa por incentivar toda uma comunidade a comer saudável através da partilha de conhecimentos e receitas via redes sociais. Oliver ensina essas receitas a membros da comunidade que têm depois a função de transmitir o que aprenderam a outras pessoas, que por sua vez ensinarão outras. Um princípio que também já foi testado, com relativo sucesso, na prevenção de uso de tabaco e de drogas junto de adolescentes.

About these ads

2 pensamentos em “O Poder das Redes Sociais

  1. Pingback: Tweets that mention O Poder das Redes Sociais « Dissonância Cognitiva -- Topsy.com

  2. Pingback: O Impacto das Redes Sociais na Actividade Física das Crianças | Dissonância Cognitiva

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s