Bloguers e Blogosfera .pt: A perda de tempo do Obercom

Finalmente li o flash report de 21 páginas (será um caso de lost in translation?) do Obercom intitulado “Bloguers e Blogosfera .pt”. Pura perda de tempo diga-se! É verdade que parti para a leitura do dito documento com um pé atrás devido à crítica do Paulo Querido, mas ainda assim pensei que se poderia aproveitar algo. Enganei-me!

Trata-se de um trabalho académico completamente desfasado da realidade que pretende retratar. Não se percebe o porquê de ter um estudo financiado que é escrito por pessoas (certamente que terão méritos em outras áreas) que não percebem aquilo que estão a estudar. Este é um facto que fica evidente pela simples leitura da tentativa de definição de blog que protagonizam no início do documento:

Surgido em 1997, o weblog nasceu como uma aplicação da Internet para produção de conteúdos pelos próprios utilizadores (user-generated content web application) cujos conteúdos inseridos são essencialmente comentários e links, organizados e arquivados por ordem cronológica do mais antigo para o mais recente, e rapidamente se afirmou como um espaço de formação e partilha de opinião acessível a todos os internautas que desejem produzir e partilhar conteúdos, fomentando a criação de uma corrente de comentários, opiniões e contributos que podem potenciar o surgimento de comunidades de opinião.

Uma perfeita definição académica, captando por completo o objecto do estudo sem no entanto permitir a quem o leia e desconheça o que é um blog perceber aquilo de que se está a falar. Se eu não soubesse o que são blogs, dificilmente retiraria uma impressão positiva desta explicação.

No resto trata-se de uma análise básica, com pouco interesse, errónea e, como já disse, não consegue perceber e muito menos explicar aquilo que são blogs e a sua atractividade. As análises deixam muito a desejar, embora aqui não possa saber se o problema é de quem fez a análise, ou de quem construiu o questionário.

É incompreensível que se apresente um estudo destes em 2008 com dados de 2006! Era o mesmo que alguém surgir agora com um estudo de mercado para um partido político sobre as atitudes políticas dos portugueses com dados de 1974! Dois anos são uma eternidade na internet quanto mais na blogosfera! A realidade que se retrata já não existe! O panorama mudou tanto na organização própria da blogosfera, como nas novas realidades da internet como, sobretudo, na forma como os blogs são encarados pelos mass media e pela população em geral notando-se uma menor desconfiança destes últimos.

Quem ainda assim quiser dar uma olhada ao documento pode encontrá-lo em formato pdf aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s