Publicidade do BES Incentiva Clientes a Fazer o Contrário do que o Banco Pretende

Eu era lenhador, vivia bem
A mãe natureza não era minha mãe

Cortava umas árvores
Tinha extracto bancário em papel e em sossego

Agora tenho extracto digital
E plantar árvores é o meu emprego

Juntem a cada uma das estrofes, uma igual mas cantada por um coro e têm a irritante publicidade radiofónica do BES. A ideia é levar os clientes BES a aderir ao extracto bancário digital e com isso contribuírem para a preservação do ambiente, e a uma redução dos custos do BES, o que não tira mérito à iniciativa. Mas para além de irritante, esta música na verdade nada diz a favor do extracto digital, antes pelo contrário. Analisemos:

Eu era lenhador, vivia bem
A mãe natureza não era minha mãe

O segundo verso desta estrofe apenas serve para identificar a despreocupação do “lenhador” com a mãe natureza. Mas no primeiro, fica claro que ele “vivia bem” com a sua profissão e o seu comportamento pouco ecológico.

Cortava umas árvores
Tinha extracto bancário em papel e em sossego

Ou seja, o extracto bancário em papel está associado a despreocupação porque as coisas correm bem.

Agora tenho extracto digital
E plantar árvores é o meu emprego

Mas agora, o “lenhador” aderiu ao extracto digital e com isso foi obrigado a mudar de emprego não sabendo nós se está satisfeito com isso, se as suas condições melhoraram ou pioraram. Qualquer uma das alternativas é viável, porque ninguém se deu ao trabalho de fazer mais uma estrofe onde ficavam explícitas as vantagens da adesão ao extracto digital! Basicamente, a música apenas nos dá motivos para não aderir ao extracto digital!

Como é óbvio, o objectivo da música não é informar mas apenas prender a atenção dos ouvintes, até porque é uma daquelas melodias que entra no ouvido e custa a sair (ou não fosse inspirada num trabalho dos Monty Python). Como tal, as pessoas em princípio acabarão por associar o BES a atitudes ecológicas e não se preocuparão muito com a mensagem transmitida pela música – na verdade foi a primeira coisa que notei e já falei com outras pessoas que tiveram a mesma percepção. Mas isso não é desculpa para um trabalho tão fraco e tão displicente. Deveria ter havido o cuidado de testar os versos e verificar se transmitiam a mensagem pretendida. Obviamente, isso ficou para outras núpcias!

Anúncios

2 thoughts on “Publicidade do BES Incentiva Clientes a Fazer o Contrário do que o Banco Pretende

  1. Joao

    De acordo. A coerência lógica do argumento não esteve no topo das prioridades (o pior foi mesmo o “em papel e em sossego”). Mas, globalmente, transmitia (ainda que de uma forma tortusoa) a ideia de que o extrato digital era algo tão bom que o lenhador até se converteu à protecção ambiental e agora planta árvores…

    Lógica duvidosa, mas que provavelmente, a 99%, acaba por resultar.

    O pior foi mesmo a actual campanha do desconto de 10% dos custos com a água, luz e gás.

    Enviei o email abaixo para o BES, vamos a ver o que respondem…

    ***************************
    Em Julho, defendi num blog a campanha do BES sobre os extractos digitais, que estava a ser acusada de ser hipócrita e que só visava os lucros. Argumentei que era uma situação win/win, e que o facto do Banco certamente ganhar não invalidava que reflectia uma medida a favor do ambiente.

    Hoje, estou arrependido de ter defendido a existência de uma preocupação ambiental por detrás da campanha do BES. E foi o próprio BES que me fez mudar de posição.

    A mais recente campanha do BES é um desastre em termos de educação ecológica. É absolutamente abominável sugerir que um “chefe de família” pode não se importar com gastos de água, electricidade e gás perfeitamente supérfluos, apenas porque o BES paga 10% das contas.

    Se o BES tivesse realmente preocupações ecológicas, nunca teria aprovado uma campanha deseducadora como esta. É uma vergonha, e vem dar razão a quem eu critiquei: ou o BES, na sua cúpula, não se preocupa com o ambiente; ou o dep. Marketing e seus criativos não pensam e/ou não estão alinhados com essa orientação.

    De qualquer modo: muito, muito mau. Espero que a campanha saia rapidamente do ar.

    Cumprimentos
    João Oliveira

    PS: O blog em que eu defendi o BES foi o http://ovigia.wordpress.com/2008/07/16/anuncios-engana-tolos-o-bes-e-o-seu-lenhador-tornado-agricultor/; eu sou o primeiro João que lá surge.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s