Usar as Ferramentas Google para Analisar Mercados

O Google coloca à disposição dos internautas várias ferramentas de grande valor do ponto de vista estratégico, desde que usadas convenientemente: Google Trends, Google Trends for Websites, Google Insights for Search, Google Adwords Keyword Tool. Se para a maioria das pessoas que navegam na Internet estas ferramentas não passam de curiosidades, para quem gosta ou necessita de analisar dados são verdadeiras minas de informação por explorar. Obviamente que as ferramentas que o Google disponibiliza não substituem de forma alguma uma análise concreta ao mercado, mas ajudam a perceber tendências – provavelmente mais cedo do que aquilo que os estudos de mercado nos poderiam dizer.

Para exemplificar a utilidade destas ferramentas resolvi levar a cabo uma análise ao mercado de telecomunicações móveis em Portugal – uma análise obviamente superficial já só serve como exemplo.

Para começar, efectuei uma pesquisa no Google Insights para o termo ‘telemoveis’ para a região de Portugal desde o ano de 2004 (a escolha da palavra incorrectamente escrita teve por base o facto de ser mais usada do que a versão correcta):

Como é facilmente perceptível o número de pesquisas para este termo tem vindo a diminuir de forma progressiva. Isto não representa em si uma perda de interesse dos consumidores portugueses em telemóveis, mas pode ser de facto uma representação do ambiente económico em que o país se encontra. Poderá por outro lado também ser sinónimo de um maior amadurecimento do mercado, não tanto na troca de aparelhos, mas sim na própria pesquisa de informação. Ou seja, o uso de termos mais específicos ou a ida directa a sites que forneçam a informação sem necessidade de os pesquisar. Este já é um tipo de informação que o Google não nos fornecerá, pelo menos por enquanto.

Como é fácil de perceber, também se nota uma clara sazonalidade com os picos de procura a situar-se sobretudo no final do ano e a meio do mesmo. A resposta para isto é óbvia: Natal e Verão! Mais dinheiro nas contas, mais disposição para gastá-lo, épocas de prendas, logo maior interesse pela compra de telemóveis. É basicamente confirmar aquilo que todos podemos verificar a olho nu numa deslocação a um centro comercial numa destas épocas do ano, mas não deixa por isso de ser informação importante.

Uma das características mais interessantes do Google Insights é o facto de fornecer informação relativa a pesquisas relacionadas com o termo que pretendemos analisar. Em baixo podemos ver os 10 termos mais relacionados com a pesquisa da palavra ‘telemoveis’:

A Nokia destaca-se desde logo com os dois primeiros lugares indicando uma clara preferência dos portugueses pela marca finlandesa. Concorrência só nas posições 9 (Samsung) e 10 (Motorola). Em termos de operadores, nota-se que quer a TMN quer a Vodafone estão bem posicionadas; já o mesmo não se pode dizer da Optimus que está ausente do top 10. Preocupante para os operadores poderá ser o facto do terceiro termo mais relacionado seja ‘desbloquear telemoveis’! Como o facto de manter os telemóveis bloqueados à rede é uma forma dos operadores compensarem o facto de venderem os telemóveis mais baratos do que eles custariam caso fosse comprados livres, a procura de formas de os desbloquear pode indicar uma perda de receitas importante para um operador.

Finalmente, uma pesquisa no Adwords Keyword Tool permite-nos ver não só o volume médio de pesquisas para este termo, como a concorrência existente entre os anunciantes:

Desde logo, como indiquei no início da análise, verifica-se que os portugueses não são muito adeptos do uso de acentos na escrita online, esperemos que por uma questão de comodidade. Nota-se também que existem muitos termos relacionados que têm pouca concorrência e que poderiam ser aproveitados, mesmo tendo em conta que não têm um volume de pesquisa médio muito elevado. Por questões óbvias, não aconselharia a nenhuma operadora a relacionar-se com o termo ‘desbloquear telemoveis’ embora seja de facto uma expressão com potencial.

Mesmo com este exemplo simples é fácil de perceber que estas ferramentas Google são de grande utilidade para qualquer marketeer ou analista de mercado que pode de uma forma rápida e gratuita obter informação importante. Mas as potencialidades destas ferramentas não se ficam por aqui. Amanhã continuarei este exemplo fazendo uma análise comparativa entre os 3 operadores de telecomunicações móveis a operar em Portugal.

Anúncios

One thought on “Usar as Ferramentas Google para Analisar Mercados

  1. Pingback: Usar as Ferramentas Google para Analisar Mercados - Parte II « Dissonância Cognitiva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s