A Adição ao Tabaco e as Mensagens (Pouco) Dissuasoras

‘Fumar Mata!’

Esta é uma das frases mais salientes nos pacotes de tabaco vendidos em Portugal. Em outros países, as mensagens negativas vão mais longe mostrando imagens de órgãos afectados por cancros. Tudo isto é feito com o objectivo de diminui o número de fumadores incentivando que quem tem o vício o abandone. Mas será que estas mensagens funcionam?

Aparentemente não! Um estudo realizado na Grã-Bretanha usando fMRI (ressonância magnética funcional) demonstrou que o que acontece no cérebro dos fumadores quando confrontados com este tipo de mensagem é precisamente o contrário daquilo que se pretende. Quando confrontados com este tipo de mensagens, o cérebro dos fumadores é activado mas não em áreas associadas à rejeição, mas sim a áreas da adição.

Ou seja, na realidade o que estas mensagens fazem é aumentar o desejo dos fumadores em fumar e não em abandonar o vício. Um dos motivos para tal acontecer pode estar relacionada com a sensação de invulnerabilidade que é, podemos dizer, ‘natural’ nos seres humanos. Basicamente, os seres humanos têm a tendência a pensar que algo de negativo tem mais probabilidade de acontecer aos outros do que a si, acontecendo o inverso com resultados positivos.

A sensação de invulnerabilidade explica porque jovens casados de fresco, admitem que a probabilidade de se divorciarem é de zero, mesmo depois de informados de que cerca de 50% dos casamentos acabam em divórcio (nos EUA). Da mesma forma, empresários que recentemente abriram o seu negócio calculam a taxa de provável sucesso do seu negócio superior, ou muito superior, a outros negócios similares. Do mesmo modo, um fumador normalmente assume que a sua probabilidade de contrair doenças relacionados com o tabaco é menor a dos outros fumadores.

2 thoughts on “A Adição ao Tabaco e as Mensagens (Pouco) Dissuasoras

  1. gabrielgalvao

    Deve ser por isso que, mesmo com todas as propagandas, ainda se vê muitos fumantes, e cada vez mais jovens. Deveria-se estudar melhor como se fazer para que a mensagem surta efeito ou o Estado deveria dar menos atenção aos que fumam, para assim forçadamente fazê-los parar ou diminuir.

    Meu parabéns ao blog. Aqui encontrei muito material útil e com certeza o usarei como referência para algumas dos artigos que publico no meu.

    Abraço, Bruno!

    Responder
  2. Pingback: Sexo Oral Contra o Tabaco « Dissonância Cognitiva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s