Maitê Proença e o Pingo Doce Demonstram Mobilização das Redes Sociais

Se dúvidas houvesse quanto ao poder mobilizador (para o bem, para o mal e para o irrelevante) das redes sociais, os últimos dias trouxeram dois casos que o demonstram na perfeição: o vídeo em que Maitê Proença goza com Portugal e o novo anúncio do Pingo Doce. Os dois casos têm sido tema de discussão nas redes socias e rapidamente passaram para os mainstream media.

Começando pelo caso de Maitê Proença, o dito vídeo foi feito em 2007 para o programa Saia Justa e basicamente mostra a actriz por terras nacionais a gozar com Portugal e com os Portugueses. A resposta chegou através de comentários, posts, tweets e petições nas redes sociais. A actriz brasileira foi criticada, gozada e insultada por quem se sintou ofendido ou decepcionado com o seu comportamento. Os interessados em saber mais poderão ler este post no Bitaites e este outro do Paulo Querido que resumem bem as coisas.

Maitê Proença já reagiu às críticas através de um pedido de desculpas aos Portugueses. Fez aquilo que deveria fazer pois colocou-se numa situação em que poucas alternativas lhe restavam, quando até no Brasil é criticada pelo que fez. Quando se faz humor há sempre o risco de ofender alguém. E o facto de o vídeo ser de 2007, vem provar que Obama tinha razão quando recentemente aconselhou os jovens a terem cuidado com aquilo que colocam nas redes sociais já que podem mais tarde arrepender-se de o terem feito. O vídeo de Maitê não foi colocado nas redes sociais, mas foi o Youtube que despertou a atenção sobre o mesmo. Hoje em dia o que acontece em Vegas fica em todo o lado na web!

Mais interessante, pelo menos para mim, tem sido a questão em torno do novo anúncio do Pingo Doce. O anúncio, feito pela DUDA Portugal, destoa claramente dos anteriores anúncios da marca e tem um estilo “popularuxo” que faz claramente lembrar os anúncios do Modelo. A mudança não caiu bem junto dos clientes do Pingo Doce, e não só, e rapidamente as respostas não se fizeram esperar via redes sociais. O Sérgio Bastos tem aqui um bom resumo do caso. Pessoalmente, não gosto do anúncio, mas não vejo motivos para tanto alarido.

Até ao momento não há reacções da Jerónimo Martins às críticas ao anúncio do Pingo Doce. A verdade é que a empresa está numa situação complicada: se dá ouvidos às críticas e retira o anúncio desperdiça uma quantidade absurda de dinheiro; se continua a ignorar, arrisca-se a perder clientes. O facto de não haver uma reacção demonstra que, ou a JM não monitoriza as redes sociais (erro estratégico grave), ou monitoriza mas não quer/não sabe responder (erro táctico grave).

Neste momento existem 2,822 pessoas que assumiram publicamente que não gramam o anúncio, contra 63 que gramam. Está mais do que na hora de a malta do Pingo Doce assumir que não esperava que o seu anúncio desagradasse os seus clientes, e agradecer o feedback que estes voluntariamente forneceram o que só demonstra a lealdade para com a marca. Se o assunto for tratado da forma correcta, aquilo que neste momento é um problema rapidamente se pode tornar uma oportunidade. É preciso é estar disposto a assumir o erro e dar a cara, coisa que não faz parte do código genético das empresas portuguesas.

Estes dois casos vêm uma vez mais demonstrar a importância das marcas estarem atentas às redes sociais e monitorizarem aquilo que aí é dito dos seus serviços/produtos. Se não tem disponibilidade financeira, ou se não está certo que seja uma aposta relevante, para contratar/alocar uma pessoa para fazer esse trabalho ou recorrer a serviços de empresas dedicadas, aconselho a leitura do meu Guia de Monitorização dos Social Media. São 5 posts que apresentam os princípios básicos de monitorização de uma forma simples. Fazer de conta que as redes sociais não existem ou que não afectam o seu negócio é pura negligência.

4 thoughts on “Maitê Proença e o Pingo Doce Demonstram Mobilização das Redes Sociais

  1. Uriel Oliveira

    Sobre o anúncio do Pingo Doce, para mim, este grupo foi criado por gente que não grama o facto de virem uns brasileiros ganhar contas em Portugal a agências que estão instaladas no nosso mercado . Alguns dos aderentes a este grupo, são mesmo criativos e directores de agências que chegaram a tecer comentários sobre o assunto.
    Uma autêntica peixeirada entre profissionais da publicidade.
    O bom para o Pingo Doce é que estas pessoas das agências de publicidade, não percebem rigorosamente nada de comunicação na web 2.0 e este movimento pode muito bem ter o efeito oposto e transformar uma campanha perfeitamente mediana, numa campanha para recordar, quem sabe até surgirem grupos que se intitulem, nós gostamos da campanha do Pingo Doce.

    Responder
    1. Joana P

      Estas pessoas das agências de publicidade (até) percebem de comunicação, caso contrário não se assistiria ao desagrado avassalador sobre o supradito spot tv que parece não passar de uma compilação de imagens, sem qualquer tipo de coerência com a comunicação habitual do referido hipermercado, e sem qualquer tipo de link emocional com a cultura dos portugueses.
      Posto isto, é natural que se considere negativo o facto de agências de publicidade de outras nacionalidades pisarem o perigoso terreno de transpor para o nosso país valores ou caracteristicas sem uma correcta e obrigatória aferição das mesmas.

      Responder
  2. Luzia Martins

    O que eu vejo nesta relação patética que é Maitê Proença e o Pingo Doce e uma descarada relação preconceituosa, invejosa e provinciana tacanha de alguns portugueses em relação aos brasileiros. Até onde vai a estupidez vingativa de um povo!!!???

    Responder
  3. Luzia Martins

    Vocês não têem mais o que fazer na vida a não ser ficar armados em virgens ofendidas e feridas pelos brasileiros!!!?? Vão cuidar da economia do vosso país, que de resto, tresanda de confusões políticas entre o PS e os outros Partidos Políticos. Boa sorte a todos!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s