Quanto Vale um “Fã” no Facebook? Entre 10 a 25 Cêntimos! – Activismo Social na Era do Facebook

Slacktivism | Agent-X Comics

Este Natal trouxe uma nova “moda”: donativos a instituições de solidariedade a troco de “gostos” no Facebook! Algumas marcas/instituições estão dispostas a doar uma determinada verba a uma instituição de solidariedade por cada novo “gosto” na sua página do Facebook. Tenho conhecimento de pelo menos 3 iniciativas desta natureza (acredito que existam outras): Almada Fórum (0,10€ por cada “gosto”) e Worten (0,25€) a ajudar a Ajuda de Berço, e a Westrags (0,20€) no apoio à Acreditar.

A contrapartida pela beneficiência – além do impacto positivo sobra a imagem da marca – é a atenção dos utilizadores do Facebook: quem se associa a estas iniciativas aceita passar a receber no seu stream informação destas marcas. Basicamente, troca-se solidariedade por atenção. Não se trata de uma troca má para ninguém: as marcas obtêm atenção (um bem cada vez mais escasso), as instituições recebem ajuda financeira de que tanto precisam, e os utilizadores fazem parte desta iniciativa que faz bem ao ego. Os valores poderiam ser bem mais elevados (um anúncio Facebook direccionado para os utilizadores residentes em Portugal sem segmentação tem um valor proposto por clique de 0,30€), até porque se está a comprar atenção não por um momento (como num anúncio) mas para o resto da experiência do utilizador no Facebook, mas não deixam de ser significativos.

Analisando a presença de cada campanha na plataforma Facebook é que ficamos com a noção de que há muito por onde melhorar. No caso da Worten não há qualquer referência oficial à iniciativa, apenas à campanha “Para ajudar, basta arredondar” em decurso nas lojas Worten que permite que os consumidores arredondem o valor das suas compras, sendo a diferença doada à ajuda de berço. Em todo o caso a Worten somou nos últimos 5 dias cerca de 16 mil novos gostos que correspondem a 4.000€. Como não sei qual o número de “gostos” da página da Worten ao início da campanha, e como não há qualquer mecanismo de feedback, é difícil saber como está a decorrer a campanha e qual o seu limite, se houver um.

A campanha do Almada Fórum de apoio à mesma instituição está melhor estruturada neste aspecto uma vez que define um objectivo: atingir os 50 mil fãs, doando 0,10€ por cada nova adição. Por outro lado, a campanha é apenas comunicada através de entradas no mural. Por outro lado, na página “Dê Colo à Ajuda de Berço” esta mesma campanha já tem direito a tabs específicas o que melhor a comunicação. A duplicação de páginas causa alguma confusão porque fica-se sem perceber em qual das páginas é suposto clicar em “gosto” – presumo que nas duas, mas teria sido melhor pensado não criar confusões até porque, tal como sucede com a Worten, não existe qualquer mecanismo de feedback acerca do decurso da campanha.

Por esse aspecto – mas não só – a Westrags tem aquela que me parece ser a melhor campanha em termos de presença no Facebook: uma tab onde é descrita a iniciativa, onde é feito o incentivo à participação, onde é estipulado o objectivo da campanha (angariar 10.000€), e onde é dado o feedback sobre os resultados já conseguidos, não em número de “gostos”, mas em valor monetário.

Por muito louváveis e interessantes que sejam estas iniciativas (e são-no), não deixa de ser preocupante que incentivem aquilo que podemos designar de “activismo de sofá” (mais interessante o anglófono slacktivism). Clicar num botão no Facebook que levará a que uma determinada entidade faça um donativo a uma instituição de solidariedade é fácil, faz-nos “sentir bem” e cria a ilusão de controlo sobre uma determinada acção, sem que na realidade a tenhamos que a realizar. “Assinar” uma petição online, aderir a um grupo activista no Facebook, ou doar através de um clique e com o dinheiro de outros, dão uma falsa sensação de participação que muitas vezes não tem reflexo nas acções offline, no “mundo real”. Mais difícil, ou melhor, mais custoso é realizar acções fora destas plataformas que reflictam o nosso comportamento online.

Este é um dos argumentos daqueles que acreditam que plataformas como o Facebook ou Twitter não têm real poder em termos de activismo – como é o caso de Malcolm Gladwell e Paul Carr. Eu, como muitos outros autores, acho que estas plataformas podem potenciar o activismo desde que usadas de forma eficiente, reconhecendo no entanto que uma posição diferente seja totalmente legítima. A adesão a um grupo ou a uma página pode ser importante porque representa um compromisso dessa pessoa com uma causa, mas não chega e limitar à acção de consciencialização das pessoas a essa adesão é um erro e uma perda de oportunidade para fazer mais e melhor.

Imaginemos que, ao invés de se limitar a realizar esta campanha de adesão à sua página do Facebook a troco de 0,25€, a Worten utilizava essa mesma página para divulgar, promover e encorajar à participação na sua campanha de arredondamento que decorre nas suas lojas. Se as 16.000 pessoas que aderiram nos últimos dias à página do Facebook da Worten fossem a uma loja comprar uma lanterna por 1,49€ e arredondassem o preço para 2€, o contributo para a Ajuda de Berço era o dobro do angariado no Facebook. É utópico esperar que tal acção tivesse a mesma adesão do que um simples clique online sem custos tem, mas os dividendos para todas as partes, e para a sociedade em geral, seriam muito maiores.

Anúncios

2 thoughts on “Quanto Vale um “Fã” no Facebook? Entre 10 a 25 Cêntimos! – Activismo Social na Era do Facebook

  1. Pingback: Tweets that mention Quanto Vale um “Fã” no Facebook? Entre 10 a 25 Cêntimos! – Activismo Social na Era do Facebook | Dissonância Cognitiva -- Topsy.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s