O Apocalipse Zombie e Furacões: Um Caso de Sucesso de Comunicação

As comunicações de entidades oficiais são por norma factuais e aborrecidas. O politicamente correcto impera, e a preocupação passa por comunicar claramente (pelo menos na percepção de quem comunica, porque do lado de quem recebe a comunicação a inteligibilidade deixa muito a desejar) sobrepõe-se a questões também elas fundamentais, como por exemplo captar a atenção da audiência. Para conseguir captar a atenção da audiência é preciso por vezes de romper com o convencionalismo, optar por uma via menos usual e arriscar mesmo o humor. Um bom exemplo disso relatei neste blog há pouco tempo com o “rickroll” com que a conta oficial do Twitter da Casa Branca brindou um dos seus seguidores.

Outro excelente exemplo foi levado a cabo, também dos EUA, pelo Center for Disease Control (mais conhecido por CDC) na sua comunicação anual para prevenção de catástrofes naturais, durante a temporada dos furacões. O problema do CDC é igual ao que todas as marcas têm neste mundo hiperligado: conseguir fazer passar a sua mensagem de forma a que seja captada e descodificada pela audiência e capaz de gerar acções. A solução? Zombies!

O que têm em comum zombies com furacões? Não muito, mas a preparação para uma catástrofe natural tem muito em comum com a preparação necessária para lidar com o apocalipse zombie (à excepção da shotgun e munições). E foi precisamente sobre este prisma que a equipa de comunicação do CDC resolveu lidar com a situação: criando um guia de preparação para o apocalipse zombie, que rapidamente se espalhou online e ajudou a transmitir a mensagem que pretendiam.

E porquê zombies? Essencialmente porque fazem parte do imaginário popular, sendo um dos temas frequentemente abordados pela indústria cinematográfica, e porque são populares. Uma pesquisa pelo termo ‘zombie‘ no Google retribui em cerca de 230.000.000 de resultados, enquanto que o termo mais específico ‘zombie apocalypse‘ retribui 8.160.000 páginas. O Google Trends também demonstra que o apocalipse zombie é um tema de sucesso crescente online nos últimos anos:

A escolha da temática zombie teve a sua origem na constatação por parte de um membro da equipa de comunicação do CDC de que este era um tema que estava a ser discutido no Twitter associado ao desastre na Central Nuclear de Fukushima, no Japão. Uma vez a ideia alinhavada, foi lançado um post num dos blogs do CDC que se tornou no maior sucesso mediático da instituição, chegando mesmo a originar o colapso dos servidores tal o volume de tráfego gerado. O sucesso desta comunicação não se cingiu ao blog do CDC e ao online, uma vez que a atenção gerada na internet despertou o interesse dos media. Ao todo, o impacto desta campanha gerou uma exposição nos media com um valor a rondar os 3 milhões de dólares. Mais importante, a mensagem sobre como se preparar para a eventualidade de uma catástrofe natural foi transmitida. E tudo porque houve quem tivesse a coragem de desafiar o convencional.

Post original: Preparedness 101: Zombie Apocalypse

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s