Fãs de Fringe recorrem ao Twitter para salvar série

Os seguidores da série de ficção científica Fringe têm usado o Twitter para tentarem demonstrar aos executivos televisivos que a mesma tem viabilidade a médio/long prazo. Perante a possibilidade de cancelamento da série, um grupo de fãs desenvolveu uma campanha em torno de hashtags do Twitter com o objectivo de demonstrar que existe um largo grupo de seguidores devotos:

The X-Files style Fox produced show in the US, which centres on an FBI unit investigating unexplained or “fringe” events, is currently in its fourth season, but faces the threat of cancellation.

This has spurred Texas Twitter user @birdandbear and other fans to come together at the Fringenuity blog and launch an innovative hashtag and GetGlue check-in campaign designed to get the show trending as it airs each week. And it seems to be working.

A lógica da campanha é muito simples: para cada episódio é definida uma hashtag relacionada com o episódio. Mas engane-se quem pense que se trata de algo simplista. Os promotores desta campanha dedicaram o seu tempo a compreender a mecânica que gere a identificação de trends no Twitter, bem como qual a melhor forma de seleccionarem hashtags que sejam facilmente identificadas pelos fãs da série (designados de Fringies) sem no entanto perder o apelo do público em geral:

Choosing the right tag is a tricky business. Tweets containing more than one hashtag will not count towards trending, but retweets of a single hashtag will. Tweets from locked accounts are “invisible” and also don’t count. Because of the way the trending algorithm works, it needs to be a word or phrase that isn’t routinely discussed on Twitter. We can’t use #Fringe for example, because it’s used all the time, which severely hampers its chances at making the charts. (…)

Taking all this information into account, our hashtags are designed with a dual purpose in mind. First, it needs to be something that will appeal to Fringies as having a distinctive tie-in to the show; and secondly, it needs to be something that has the potential to catch the interest of outsiders, in order to amplify our collective voice and our chances of garnering new viewers.

Os dados das primeiras semanas desta campanha têm sido um sucesso, como se pode ver nos dados revelados pelos promotores:

#EnemyofMyEnemy 01-20-12
Tweets: 21,421
Contributors: 2,259
Reach: 633,967
Exposure: 4,793,479

#ObserveItLive 01-27-12
Tweets: 16,606
Contributors: 1,479
Reach: 498,506
Exposure: 4,074,704

#TakeTheLead 02-03-12
Tweets: 20,740
Contributors: 2,066
Reach: 846,255
Exposure: 4,974,553

#BreakingOut 02-10-12
Tweets: 18,454
Contributors: 1,846
Reach: 765,141
Exposure: 4,405,489

#BeABetterMan 02-17-12
Tweets: 44,930
Contributors: 19,890
Reach: 8,225,509
Exposure: 23,427,945

#LoveIsTheAnswer 02-24-12
Tweets: 42,442
Contributors: 13,532
Reach: 3,967,671
Exposure: 12,225,956

Uma campanha que merece ser acompanhada e que pode, e deve, servir de exemplo e inspiração para todos aqueles que procuram desenvolver e promover campanhas através das redes sociais. Mas é importante não esquecer que o sucesso em muito se deve à paixão de quem promove a campanha e não às ferramentas utilizadas.

Links: http://wallblog.co.uk/2012/02/24/could-fringe-be-the-first-tv-show-saved-by-a-hashtag/

http://morethanoneofeverything.net/?p=2365#more-2365

http://morethanoneofeverything.net/?p=2502

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s