Category Archives: Blogs

[Repost] 6 Conselhos para um Bom Relacionamento entre Empresas e Bloggers

A versão original destes “conselhos” data de Fevereiro de 2008. Quase 3 anos após a sua publicação é com algum interesse, e surpresa, que verifico que continuam a ser tão actuais como o eram há data e que ainda há quem, a nível profissional, continue sem entender como deve lidar com blogs e opiniões negativas. Deixo-os aqui novamente para leitura e discussão com dedicatória especial aos senhores da Ensitel:

1. Se não conhece as regras do jogo, fique de fora a assistir.

Da mesma forma que para ter sucesso num determinado desporto é necessário saber como jogá-lo, para que uma empresa/agência consiga lidar correctamente com blogs é necessário que perceba como funcionam e o que motiva quem os escreve. Mais vale não interagir com bloggers do que fazê-lo mal! No primeiro caso, o pior que pode acontecer é perder oportunidades de estabelecer contactos e formar relações com actuais e potenciais clientes; no segundo os riscos são bem maiores e podem resultar em problemas em termos de reputação da empresa/cliente. O melhor é, antes de começar a participar na blogosfera, perder algum tempo a ler blogs e a analisar as práticas mais aceites. O dispêndio de tempo poderá ser elevado, mas os ganhos potenciais justificam-no. Continuar a ler

Anúncios

Popularidade vs Influência

Nós, humanos, gostamos de rankings. E de listas. No fundo gostamos de categorizar. Ou melhor, necessitamos de categorizar para criarmos algum sentido de ordem em ambientes tão diversos e ambíguos como aqueles que o Mundo nos oferece. Esta necessidade de listar e de categorizar foi exponenciada pela web – até porque é uma excelente estratégia de linkbait. Não há 1 dia em que não encontre um post num blog ou um artigo em algum site com o Top [inserir número] de qualquer coisa. Sobretudo neste período de transição entre o velho e o novo ano.

No que diz respeito à web social, é normal encontrar listas e rankings dos bloggers ou perfis do Twitter mais influentes. O problema é que raramente esses rankings e listas utilizam o conceito de influência como medida. O mais comum é a lista de influentes ser na realidade uma lista de popularidade, indicando os blogs com mais visitas ou os perfis com mais seguidores. O que me parece é que para muita gente influência e popularidade são uma e a mesma coisa, quando na realidade são noções diferentes mesmo que se cruzem e interajam.
Continuar a ler

Bloggers: Fontes de Influência Online – Trabalho Académico

Em 2006, quando estava a terminar a minha licenciatura em Psicologia com pré-especialização em Psicologia Social da Política e da Economia, realizei um trabalho para a disciplina da Influência, Cognição Social e Comportamentos Colectivos sobre a influência dos bloggers sobre as atitudes, percepções e comportamentos dos leitores online. Na altura, os blogs ainda eram algo de relativamente novo e a sua importância e capacidade de persuasão temas de dúvida para muita gente.

Apesar de se terem passado 3 anos desde que realizei este trabalho, e de muitas coisas já se terem alterado no panorama dos social media – incluindo um relativa perda de importância dos blogs para as social networks e para o Twitter – penso que a análise que fiz continua a ser relevante, sobretudo para o contexo do nosso país que, pese algumas evoluções recentes, ainda se encontra algo ‘atrasado’ no que à adopção desta nova realidade de comunicação – porque na realidade é disso que se trata – diz respeito. Como tal, resolvi partilhar convosco este trabalho para que possa servir de base de discussão ou como suporte para outras análises do tema.

Neste trabalho apliquei as teorias da influência social, com especial destaque para os Princípios de Persuasão delineados por Cialdini, para explicar o porquê dos bloggers terem assumido um papel fundamental em termos de influência de uma forma tão rápida. Embora este estudo tenha tido como único objecto de análise os blogs, as mesmas regras aplicam-se à generalidade dos social media.

Pensei em actualizar os conteúdos e expandi-los antes de partilhar o trabalho, mas acabei por decidir que o original seria um ponto de partida interessante e que permitiria também servir como uma ‘fotografia’ do panorama de há 3 anos. Quero no entanto ressalvar que este é um trabalho académico e que, como tal, dá maior enfâse às questões teóricas do práticas. Se fosse feito hoje teria um âmbito mais alargado e beneficiaria de toda uma evolução no meu conhecimento sobre as duas temáticas. Na altura ainda estava numa fase de exploração dos social media e como tal este trabalho sofre um pouco dessa minha ‘ingenuidade’. Portanto leiam, comentem e critiquem!

Ryanair e os Bloggers Idiotas e Lunáticos

Esta vai ficar para a história ou como uma das maiores idiotices online, ou uma das melhores estratégias para criar buzz. Mais a primeira do que a segunda acho eu. Passando à história de forma resumida:

Um web designer irlandês encontrou um erro no site da operadora low cost reportando-o num post do seu blog. Entre os vários comentários surgiu um insultuoso proveniente de um funcionário da companhia irlandesa. Instada a comentar a situação, a Ryanair limitou-se a confirmar que de facto um seu funcionário deixou o dito comentário acrescentando que a empresa não tem a política de falar com bloggers idiotas e lunáticos mas sim em baixar os preços das viagens!

Continuar a ler

Melhores Blogs de 2008

Na falta de uma iniciativa mais séria e, sobretudo, para não ficar mal junto do Paulo Querido depois de ter feito uma profecia no Certamente!, deixo aqui a lista dos melhores blogs de 2008 – pelo menos para mim são!

Esta lista tem como único critério o prazer que estes blogs me deram durante este ano sempre que os li. Como tal é uma lista altamente subjectiva e que abarca apenas algumas categorias e uma ínfima parte dos blogs nacionais. Como não ‘acredito’ na existência de um Melhor Blog geral, essa categoria não faz parte desta lista. Abaixo as minhas escolhas:

Continuar a ler

A – Suposta – ‘Crise’ da Blogosfera Portuguesa

Voltando ao tema do ‘fim dos blogs’, penso que um dos principais problemas da blogosfera portuguesa é o facto de estar demasiado centrada nas questões políticas! Não é a qualidade ou pertinência dos blogs políticos em si que está em causa, mas sim o facto de se centrar muito a análise do que se passa nos blogs portugueses baseando-se apenas e só no que acontece nos blogs políticos.

Se um blog político acaba, se há uma cisão dentro dos membros de um desses blogs, se há disputas e discussões acesas entre bloggers de blogs distintos, ou dentro do mesmo blog, há a tendência para exagerar essas situações e vê-las como representativas da blogosfera portuguesa em geral.

Continuar a ler

Ainda Sobre o Fim da Blogosfera

Continuando a reflectir sobre o ‘fim da blogosfera’, julgo que ninguém discordará que a blogosfera – irei centrar-me apenas no caso português, por ser o que mais me interessa no momento – de hoje não é a mesma de há 3/4 anos atrás quando ‘blog’ ainda era uma palavra esquisita aos ouvidos de muito boa gente. De lá para cá, a blogosfera portuguesa foi-se modificando, alguns blogs de nomeada terminaram, alguns autores abandonaram por completo os blogs… mas outros surgiram. Uns melhores, outros piores; mas surgiram!

Olhando para o ranking de blogs que publiquei em Outubro de 2006, e centrando-me apenas naqueles que à data ocupavam os primeiros 20 lugares, a verdade é que a maioria desses blogs continuam activos. E mesmo entre aqueles que terminaram, os seus autores criaram novos projectos a solo ou em conjunto. Hoje existem mais blogs do que em 2006. Os blogs são mais vezes citados nos meios de comunicação mainstream. Mais pessoas leêm blogs. Afinal porque se fala em crise?

Continuar a ler